sábado, junho 25, 2005

Charles Darwin em Cabo Verde

A rota do Beagle
Charles Darwin, naturalista britânico cujo génio levou à fundação das bases e princípios para a moderna teoria da evolução, esteve em Cabo Verde em Janeiro de 1832.

O Porto da Praia foi a primeira escala da expedição britânica a bordo do navio Beagle, que tinha como missão dar a volta ao mundo. Darwin, então com 22 anos, fora convidado a participar na viagem, como naturalista. O navio zarpou de Davenport a 31 de Dezembro de 1831. Semanas depois, precisamente a 16 de Janeiro, atracou no Porto da Praia, que Darwin descreveu como um lugar “desolador”. O naturalista visitou Praia, Ribeira Grande e S. Domingos e fez anotações sobre o ambiente, as pessoas, a fauna e a flora destes pontos da Ilha de Santiago.

Depois de Cabo Verde, o Beagle visitou Bahia e Rio de Janeiro, no Brasil, e depois seguiu para a Patagônia, as ilhas Malvinas e a Terra do Fogo. Darwin conheceu também as ilhas Galápagos, a Nova Zelândia, a Austrália, a Tasmânia, as Maldivas, toda a costa ocidental da América do Sul, do Chile ao Peru, bem como as ilhas Keeling, Maurício e Santa Helena. Desembarcou em Falmouth a 2 de outubro de 1836, depois de quatro anos e nove meses.

Seu trabalho a bordo da Beagle lhe permitiu estudar tanto as propriedades geológicas de ilhas e continentes quanto uma multiplicidade de organismos e fósseis das mais diversas localidades. Em todos os lugares pelos quais passou, Darwin coleccionou fósseis e observou inúmeras espécies vegetais e animais, além de assistir a fenómenos geológicos como erupções vulcânicas e terramotos.

Essa longa viagem deu a orientação que Darwin imprimiria à pesquisa sobre o tema fundamental de sua obra: a teoria da origem das espécies.

1 Comments:

Blogger yara fla ma...

deviam traduzir a pagina referente as anotações de Darwin!!!


yara

9:24 da tarde  

Enviar um comentário

<< Volta pa Lantuna

Desde 27/11/2004