sábado, outubro 15, 2005

Governo distingue agentes culturais

Cerca de 90 personalidades e instituições serão homenageadas pelo Governo, com a Medalha de Mérito Cultural, no Dia Nacional da Cultura, 18, pelo seu contributo à cultura nos 30 anos do Cabo Verde independente.

Homenagens na cultura, ainda por cima em vida, não são frequentes, por isso a iniciativa é louvável. Mas noventa, é exagero. Parece compensação por não ser prática entre nós o reconhecimento dos merecedores. E depois, corre-se o risco de ter uma cerimónia longa e pedante.

De qualquer forma, será uma reunião interessante, com personalidades das letras, música, teatro e pintura.

Os músicos são a maioria, cerca de 35. Haverá homenagens póstumas a Ildo Lobo, Anu Nobu, Luís Morais e Orlando Pantera. No campo das letras, o Estado vai condecorar perto de 25 escritores, a Associação de Escritores Cabo-verdianos e as editoras Spleen Edições, Ilhéu Editora e Artiletra.

Um total de oito artistas plásticos, entre os quais Mito, Tchalé Figueira, Leopoldina Barreto e Leão Lopes serão igualmente condecorados por ocasião do Dia da Cultura.

Segundo a Inforpress, está prevista uma cerimónia idêntica em São Vicente, no dia 24.

Paladron: Inforpress

1 Comments:

Anonymous Guy Ramos fla ma...

Cadê a diáspora? Será que a diáspora não contribuiu na cultura da nossa terra durante estes 30 anos? Somos de novo um bando de estrangeirados que só serve para enviar mesadas e contribuir financeiramente e não a nivel cultural? Meus parabéns aos condecorados e a iniciativa com ou sem a diáspora.

Guy Ramos
Rotterdam/Holanda

8:20 da tarde  

Enviar um comentário

<< Volta pa Lantuna

Desde 27/11/2004