terça-feira, novembro 15, 2005

A magia do crioulo shakespeareano

Fotu di João Barbosa

Com uma das mais conhecidas tragédias de Shakespeare dá-se início ao Ciclo Teatral dedicado às adaptações em crioulo levadas à cena por grupos de teatro do Mindelo. Uma co-produção entre os Grupo de Teatro do CCP /ICA e o Atelier Teatrakácia, a ser apresentada nos próximos dias 19 e 20 de Novembro. A oportunidade para, além de ver uma peça, ouvir uma peça - como nos bons tempos do teatro elisabetano - e deliciar-se dessa forma com a beleza do crioulo oriundo da pena do mais genial dramaturgo de todos os tempos.

Quando em Maio de 1998, o Grupo de Teatro do CCP/ICA estreou a peça "Romeu e Julieta", uma nova e fundamental janela se abria para o teatro cabo-verdiano. Não porque se apresentava no palco uma adaptação da mais famosa história de amor de todos os tempos, mas sim porque pela primeira vez, quase 400 anos depois de ter vivido o famoso poeta e dramaturgo inglês, enriquecendo a Humanidade com um espólio dramático inexcedível, uma peça de William Shakespeare era apresentada em Cabo Verde e com uma novidade ainda mais significativa: traduzida para o crioulo.

No dia dessa estreia, os elementos do grupo receberam um fax que foi colocado nos camarins e que muito significou para quem havia trabalhado durante cinco longos meses nessa grande aventura: o então Conselheiro Cultural da Embaixada de Portugal em Cabo Verde, Dr. João Nuno Alçada, enviava nessa missiva uma mensagem que dizia: "Muita merda. Shakespeare na língua di terra!"......LER MAIS

4 Comments:

Blogger Silvenius fla ma...

Cá os esperamos, agradecidos. Entretanto: pode a Matilde dizer-me se, na adaptação de Rei Lear, Fonseca Soares acompanhou o mesmo Mário Matos? Ou foi coisa do grupo? Abraço.

9:21 da tarde  
Blogger Matilde fla ma...

Olá. Diz o Fonseca Soares que a adaptação é assinada por ele e João Branco e que a crioulização sim, é da sua autoria. Abraço, Matilde

9:23 da manhã  
Blogger Silvenius fla ma...

ok, 'brigado!

2:23 da manhã  
Anonymous Anónimo fla ma...

"A César o que é de César... a Deus o que é de Deus..." só para esclarecer - desta vez - as fotos não são de João Barbosa
FSoares

3:41 da tarde  

Enviar um comentário

<< Volta pa Lantuna

Desde 27/11/2004